Curso a ser lecionado no ISEP no ano letivo 2016/17
+ info.

Engenharia Biomédica

Geral

Objetivos

O Curso tem como objetivo estabelecer a interface entre as várias Engenharias e as Ciências da Saúde, integrando as aplicações típicas da Engenharia na terapia e diagnóstico, contribuindo para o seu desenvolvimento, dando-lhes a aplicabilidade numa área de interesse crescente e trazendo a estas a modelização e previsibilidade características das ciências exatas.

Para isso, os formados deverão adquirir as seguintes competências:

  • Pela utilização de biosensores e instrumentação adequada, ser capazes de processar dados bioelétricos, permitindo a deteção e monitorização de sinais fisiológicos;
  • Modelizar e simular, através de análise de sistemas, processos de controle de sistemas biológicos;
  • Obter representação gráfica ou imagem de funções fisiológicas ou de detalhes anatómicos, utilizando a imagiologia;
  • Promover a utilização e obtenção de novos materiais e equipamentos com utilização biológica, quer na área das interfaces quer na das micro-máquinas;
  • Apoiar a automação de processos de decisão pela utilização da informática médica e de inteligência artificial.

Perfil do Engenheiro Biomédico

A engenharia biomédica é uma área nova que integra princípios, métodos e ferramentas das ciências, da tecnologia e da engenharia para analisar e resolver problemas em medicina e biologia.

Neste sentido o engenheiro biomédico terá tendencialmente um perfil polivalente, com um gosto particular pelas áreas da saúde e com uma forte motivação para a tecnologia, em particular para a electrónica e informática que são preponderantes.

Saídas Profissionais

Unidades de saúde de médio e grande porte, nomeadamente hospitais e centros de saúde com um mínimo de material clínico; centros Públicos ou Privados de diagnóstico e Imagiologia, Hemodiálise e Radioterapia, Análises Clínicas, Fisioterapia e Fisiatria,etc; fábricas de material biomédico e hospitalar ou empresas representantes de material clínico e de reabilitação; os Serviços de Utilização Comum dos Hospitais do Ministério da Saúde; unidades ou centros de investigação na área da biomedicina.

Acesso

Regime normal por via do Concurso Nacional


Condições de Acesso
Provas de Ingresso:
(07) Física e Química
(16) Matemática

Condições Mínimas
Nota de Candidatura: 95 pontos
Provas de Ingresso: 95 pontos

Sugere-se a consulta do Website de acesso ao ensino superior da Direção Geral do Ensino Superior:
http://www.dges.mctes.pt/DGES/pt/Estudantes/Acesso/FormasdeAcesso/

Outros regimes previstos na lei:

  • Concursos Especiais: Maiores de 23 anos, Titulares de cursos superiores, médios e diplomas de especialização tecnológica;
  • Reingressos, mudanças de curso e transferências;
  • Regimes especiais.

Candidaturas: https://portal.ipp.pt/destaques/prnoticias.aspx

Regime: Diurno
Duração da Formação: 6 Semestres
Grau Conferido: Licenciatura

Propina: 950€ / Ano
Pagamento de Propinas:

Numa única prestação no ato da inscrição/matrícula ou em 10 prestações:

1.ª - 10% no ato da matrícula/inscrição
2.ª - 10% até 30 de outubro;
3.ª - 10% até 30 de novembro;
4.ª - 10% até 30 de janeiro;
5.ª - 10% até 28 de fevereiro;
6.ª - 10% até 30 de março;
7.ª - 10% até 30 de abril;
8.ª - 10% até 30 de maio;
9.ª - 10% até 30 de junho;
10.ª - 10% até 30 de julho.

Plano de estudos

1.º Ano

Unidade Curricular Tipologia ECTS
Análise Estruturação de Informação e Sistematização de Processos Anual 12
Cálculo I Anual 12
Comunicação e Organização Hospitalar 1.º Semestre 4
Física Geral 1.º Semestre 6
Química Orgânica 1.º Semestre 4
Ciência dos Materiais 1.º Semestre 4
Física Mecânica 2.º Semestre 6
Electrónica 2.º Semestre 6
Engenharia dos Materiais 2.º Semestre 6

IMPRIMIR

 

Avaliação/Acreditação

Estado da Acreditação: Acreditado Preliminarmente

Período da Acreditação: 5 anos (prazo máximo)

Data da Publicação: 12-12-2011

Deliberação da A3ES

Autenticação

Utilize as mesmas credenciais de acesso ao Portal Académico